Monumento a Zumbi dos Palmares

MONUMENTO A ZUMBI DOS PALMARES

...

ÁREA TURÍSTICA ZONA CENTRAL 

ESPAÇO TURÍSTICO PRAÇA DA REPÚBLICA & CAMPO DE SANTANA & PRAÇA ONZE

...

...

Com sete metros de altura, o monumento tem uma base piramidal em alvenaria, revestida em mármore branco, encimada por uma cabeça masculina confeccionada com 800 quilos de bronze, reprodução de uma escultura tida como exemplo da arte africana. Homenageia "Zumbi dos Palmares", o último dos líderes do Quilombo dos Palmares - o mais emblemático dos quilombos formados no período colonial, tendo resistido à sua conquista por mais de um século - cujo mito transformou-o em moderno símbolo brasileiro da resistência do africano à escravatura, ainda que, paradoxalmente, tenha-se conhecimento do uso de escravos em muitos quilombos. 

  • Localização: Praça Onze, no canteiro central da Av. Presidente Vargas (próximo à Central do Brasil e do início do canal do Mangue) .

...

ZUMBI E O QUILOMBO DOS PALMARES

O Quilombo dos Palmares era uma comunidade autosustentável, formada por escravos negros que haviam escapado das fazendas brasileiras. Ocupava uma área próxima ao tamanho de Portugal e situava-se onde era o interior da Bahia, hoje estado de Alagoas. Zumbi(1655-1695), um dos filhos deste quilombo, nasceu num dos mocambos (moradias construídas artesanalmente) de Palmares, mas capturado por volta do 6 anos, foi entregue a um missionário português que tratou de sua educação. Em 1670, com 15 anos fugiu e retornou a Palmares, ano em que seu tio, Ganga-Zumba, assumiu a chefia do quilombo, então com mais de 30 mil habitantes. Em 1675, na luta contra soldados portugueses, Zumbi revelou-se grande guerreiro e organizador militar. Nesse ano, a tropa portuguesa, depois de uma batalha sangrenta, ocupou um mocambo com mais de mil choupanas. Depois de uma retirada de cinco meses, os negros contra-atacaram e após um combate feroz forçaram os portugueses a se retirarem para Recife. Na ocasião, Palmares se estendia então da margem esquerda do São Francisco até o Cabo de Santo Agostinho e tinha mais de duzentos quilômetros de extensão; era uma república com uma rede de onze mocambos, que se assemelhavam às cidades muradas medievais da europa, mas no lugar das pedras havia paliçadas de madeira. Os habitantes dos mocambos faziam esteiras, vassouras, chapéus, cestos e leques com a palha das palmeiras, extraiam óleo da noz de palma, suas vestimentas eram feitas das cascas de algumas árvores, produziam manteiga de coco, plantavam milho, mandioca, legumes, feijão e cana e comercializavam seus produtos com pequenas povoações vizinhas, de brancos e mestiços.

Por volta de 1678, ao governador da capitania de Pernambuco mais interessava a submissão do que a destruição de Palmares, pois após inúmeros ataques com a destruição e incêndios de mocambos, eles eram reconstruídos, o que passou a ser economicamente desinteressante. Sendo assim o governador propôs uma oferta ao líder de Ganga Zumba: liberdade para todos os  os escravos fugidos se o quilombo se submetesse à Coroa portuguesa. A proposta foi aceita por Ganga Zumba, mas rejeitada por Zumbi por não admitir que uns negros fossem libertos e outros continuassem escravos, além do que eles tinham suas próprias Leis e Crenças e teriam que abrir mão de sua cultura. Prometendo continuar a resistência contra a opressão portuguesa, Zumbi tornou-se o novo líder do quilombo de Palmares.

Em 1694, quinze anos após Zumbi ter assumido a liderança, o quilombo foi invadido, a capital de Palmares foi destruída e Zumbi ferido, tendo conseguido fugir. Entretanto, quase dois anos após esta batalha, Zumbi foi surpreendido em seu reduto, preso e degolado conforme o costume da época. Em Recife, sua cabeça foi exposta em praça pública, visando desmentir a crença da população sobre a lenda da imortalidade de Zumbi.Zumbi ou "Eis o Espírito", virou uma lenda e foi amplamente citado pelos abolicionistas como herói e mártir.

 ...

Dia da Consciência Negra

Atualmente, o dia 20 de novembro é celebrado como Dia da Consciência Negra, dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Feriado em mais de 200 cidades brasileiras, o dia tem um significado especial para os negros brasileiros que reverenciam Zumbi como o herói que lutou pela liberdade e como um símbolo de liberdade.

..

...

Minhas lembranças do Rio 

>>> Facebook +Rio

>>> Atrativos do Rio (inglês  / espanhol )

...

...

...