• Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

 

AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO - ANTÔNIO CARLOS JOBIM 

(códigos IATA: GIG, ICAO, SBLG)

 

Saiba mais:

 

O AEROPORTO (jan12)

Popularmente conhecido como Aeroporto Internacional do RJ ou simplesmente Aeroporto Internacional do Galeão, é o maior aeroporto da cidade do Rio de Janeiro.  

 

 

Situado na Ilha do Governador, na zona norte da cidade, a cerca de 20 minutos do Centro e a 30 minutos da zona sul (área do corredor turístico onde se concentra a rede hoteleira), é servido por várias vias expressas, como a Linha Vermelha, a Linha Amarela e a Avenida Brasil, o que facilita o deslocamento para diversos pontos da cidade, tanto na Zona Sul quanto na Zona Norte e Oeste. O sistema de transporte urbano oferece táxis e linhas especiais de ônibus, que ligam o Galeão a diversos destinos, inclusive ao outro aeroporto da cidade, o Santos Dumont.

Com uma área de18 km², o Aeroporto Internacional do RJ é uma das principais portas de entrada do Brasil e a atual porta de entrada de todos os vôos internacionais que servem o Rio de Janeiro. Inaugurado em 1952, possui dois terminais de passageiros (TPS1 e TPS2), com capacidade anual para 7 milhões e 8 milhões de passageiros, respectivamente, sendo o principal portão de entrada de turistas que chegam à cidade do RJ.

Ligado a mais de 32 localidades nacionais e 19 destinos internacionais, este aeroporto tem dois sistemas de pistas com operações simultâneas de pousos e decolagens: as cabeceiras 10/28 (em concreto, com 4000m) e 15/33 (em asfalto, com 3180m). São 167 balcões de check in, 35 esteiras de bagagens, 23 pontes de embarque e 23 posições remotas. Ao todo 20 empresas aéreas prestam serviços nos dois terminais, atendendo um movimento diário de 30 mil passageiros.

Dispondo de 53 posições de estacionamento de aeronaves, sendo 23 com pontes de embarque, com capacidade de atendimento a 15 milhões de passageiros por ano, ainda tem um terminal de carga aérea, além de possuir a Base Aérea do Galeão situada em seu perímetro. Este complexo aeroportuário conta com a maior pista de pouso e decolagem do Brasil, com 4.000m x 45m, bem como um dos maiores, mais modernos e bem equipados terminais de logística de cargas do continente.

Oferece uma infraestrutura comercial com amplo estacionamento 24 horas (atualmente (jan12) sempre congestionado), lojas, restaurantes, lanchonetes, hotel de trânsito, dutyfree e agências para câmbio e stands de locação de automóveis.

Seu Plano Diretor prevê a construção de mais dois terminais de passageiros (TPS3 e TPS4) além de uma nova pista, paralela à atual pista 10/28, porém em menor comprimento.

Subutilizado, pretende-se que este aeroporto seja revitalizado de modo a atender à crescente demanda por serviços, desafogando o tráfego nos já congestionados aeroportos paulistas de Congonhas e Guarulhos.  Tal decisão, entretanto, implica em discussões sobretudo políticas, dado o impacto que isto certamente causará no Turismo de Eventos nas duas mais importantes capitais do país, as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. 

 

SEU NOME, UMA HOMENAGEM A TOM JOBIM

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida (1927-1994), mais conhecido como “ Tom Jobim” , foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista considerado um dos maiores expoentes da música brasileira e um dos criadores do movimento da Bossa Nova. Tom Jobim é um dos nomes que melhor representa a música brasileira na segunda metade do séc. XX e é praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical.

Entre sua composições consagradas destacam-se, por ordem cronológica: - “Chega de Saudade" (1957), o marco inicial da bossa nova - "Água de Beber" - "Desafinado" (1959), vencedora de três prêmios Grammy - "Samba de Uma Nota Só" (1959) - "A Felicidade" e "O Nosso Amor", do filme Orfeu Negro (1959) - "Insensatez" (com Vinícius de Moraes) (1960) - "Garota de Ipanema" (com Vinícius de Moraes) (1963) - "Fotografia" (1965) - "Triste" (1967) - "Wave" (1967) - "Águas de Março" (1970) - "Luísa" - "Corcovado" - "Dindi" - "Retrato em Branco e Preto" (com Chico Buarque) - "Samba do Avião" - "Anos Dourados" - "Eu te Amo" - "Meditação" - "Só Tinha de Ser com Você" (1974) - "Sabiá" - "Eu sei que vou te amar" - "Falando de amor" - "Ela é carioca"