Tito Madi: Tempo de Amar (Sala Baden Powell, 23 de janeiro às 19h)

Tito Madi: Tempo de Amar 

...

Data: 23 de janeiro
 
Horário: 19h
 
Local: Sala Baden Powell 
 
Endereço: Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360 – Copacabana – RJ
 
...
...
Tito Madi, (1929-2018), compositor e cantor de pérolas da MPB como "Cansei de Ilusões" e "Chove lá fora", tem sua aventura musical , agora, em documentário de longa metragem, que estreará em 23 de janeiro de 2019, às 19 h no Cine Clube Ricamar, da Sala Municipal Baden Powell (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360). Para os dois eventos, um preço único de R$ 60,00 a inteira e R$ 30,00 a meia entrada.
 
Seguido à exibição haverá um show musical do pianista Gilson Peranzetta e cantores convidados, de homenagem ao compositor mestre do samba-canção, falecido em setembro passado, precursor da bossa nova. Artistas e pesquisadores falam no filme, com muita emoção e carinho sobre ele.
 
O documentário é uma realização do cineasta José Maria Bezerril, com Produção do jornalista ,compositor popular e produtor cultural Luiz Carlos de Souza. O filme,com 1 h 20 min de duração, foi feito com recursos próprios e ajuda de amigos, dia a dia, em dois anos, de setembro de 2015 a setembro de 2017. Foi uma "cooperativa informal", visando registrar a importância de Tito Madi, na música brasileira. A Fotografia é de José Maria Bezerril. Os assistentes de Produção foram Ilza Maria Viana, Nacif Elias e Edineuza Bezerril.
 
No filme, Tito canta sucessos seus, conta histórias do seu começo como compositor, das noites nas boates, para sobreviver e há também uma entrevista derradeira de Cauby Peixoto. Outros depoimentos são de Ellen de Lima, Áurea Martins , Gilson Peranzzetta e Roberto Menescal, amigo e admirador do compositor, que ,para ele, toca no filme, "Balanço Zona Sul" e "Chove lá fora", contando como , ainda menor de idade, burlava a vigilância de um Comissário de Menores, numa boate, para assistir seu ídolo cantar. 
 
Tito foi homenageado com vários shows nos últimos anos. Um, produzido por Gilson e Eliane Peranzzetta, que lançaram CD com músicas de Tito Madi. Outro, "Para Tito Madi, com carinho e amor", de Luiz Carlos de Souza, com os cantores Olivinha Mansur, Luiza Cysne, Iracema Werneck e Marcio Lott., artistas que também o homenagearam num terceiro show. Em todos o público, na Sala Municipal Baden Powell, aplaudiu de pé.
 
Emblemáticas, as cenas de chuvas - em alusão a "Chove lá fora" - as moças passeando no calçadão de Copacabana, com fundo musical de "Balanço Zona Sul". Mas vê-se também a dignificação do compositor que tem seu nome num quadro negro, escrito a giz branco, dentro da casa de shows Bottle's, no Beco das Garrafas, Rua Duvivier, Copacabana, onde Tito atuou muitos anos. Diz a placa, "Passaram por aqui"- e lá está o nome o do compositor.
 
Para o jornalista e escritor Ruy Castro, autor, entre muitos livros, de "A noite do meu bem- a história e as histórias do samba-canção", Tito foi precursor da Bossa Nova. Em longo depoimento, Ruy ressalta a influencia de Tito para os compositores jovens de então, como Menescal:
- Ele é dono de uma obra que é uma imensidão musical - diz Ruy.

...

...      

 

>>> Facebook +Rio

>>> Atrativos do Rio (inglês  / espanhol )

...

...

...