Diogo Nogueira (Vivo Rio, 18maio)

Diogo Nogueira

...
...

 

 

Data: 18 de maio

Horário: 22h

Local: Vivo Rio

Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 - Parque do Flamengo – RJ

http://vivorio.com.br/eventos/diogo-nogueira/
...
...
Passaram-se dez anos e Diogo Nogueira deixou de ser uma promessa para se tornar um de nossos maiores sambistas. Honrou seu DNA, herdado de uma das figuras mais queridas e emblemáticas do samba, João Nogueira, e prosseguiu numa militância diferente. Se o pai era intelectual e ativista. Criou o Clube do Samba, nos anos 70, momento de invasão de músicas gringas nas rádios. Agora, Diogo tem feito a sua parte. Levou adiante o bastão do gênero sempre buscando se integrar aos novos, sem abandonar a velha guarda ou ceder à modismos puramente comerciais.

Diogo regravou alguns sucessos que conheceu no berço. Depois Chico Buarque, que lhe deu a canção inédita “Sou eu”. Gravou em Cuba um DVD de clássicos do samba e promoveu encontros de gerações no “Samba na Gamboa”, seu programa da TV Brasil. Protagonizou “Sambra”, um espetáculo musical sobre o centenário do samba e sua tabelinha com o bandolinista Hamilton de Holanda resultou no aclamado disco “Bossa negra”. No meio disso tudo conquistou dois prêmios Grammy, e agora comemora a sua primeira década de carreira com um álbum inteiramente autoral: “Munduê”. 

Também já compôs quatro sambas-enredo na Portela, consagrados com notas dez dos jurados e já vem gravando canções autorais desde o primeiro trabalho. Agora, porém, sentiu que era o momento de radicalizar e criar um álbum completo dedicado às suas composições e parcerias, quase todas, sambas. O clima é de antiestresse. Diogo encarna um padrão de novo homem no samba e nessa linha positiva, quer também melhorar o país e o mundo com seu som, com mensagens para nos energizar em tempos difíceis.

O REPERTÓRIO
Em “Munduê”, Diogo traz parcerias ilustres com nomes importantes como Dona Ivone Lara, Bruno Barreto, Hamilton de Holanda, Bruno Castro, Ciraninho, Inácio Rios, Leandro Fregonesi, Mosquito, Raul di Caprio, Fred Camacho, Leandro FAB, Felippe Donguinha, Raphael Richaid, Rodrigo Leite, Rodrigo Lopez e Fred Camacho.

Em suas novas canções, Diogo desperta nosso otimismo, como em “CORAGEM” , “DANÇA DO TEMPO” e “ANDEI LÁ”; nos faz dançar com “MUNDUÊ” e “MERCADO POPULAR”, que canta em dueto com Lucy Alves; celebra as raízes do samba em “ME CHAMA” , e em seu dueto com Arlindinho, “IMPÉRIO E PORTELA”. Mostra seu lado romântico com canções sobre amor como “EM NOME DO AMOR”, “NO PÉ QUE ESTÁ”, “ENREDOS IDEAIS”, “A CADA DIA” e “PAIXÃO EMOLDURADA”, um autêntico samba de quadra. Além de todas estas facetas, Diogo ainda se mostra aberto à novas sonoridades nas contemporâneas “MAIOR TERAPIA” e “ELA QUER BEIJO NA BOCA”.

 

 

...

...

Minhas lembranças do Rio 

>>> Facebook +Rio

>>> Atrativos do Rio (inglês  / espanhol )

...

...

SEJA UM ASSOCIADO MAISRIO

Vantagens: gratuidades, prêmios e descontos em caminhadas; participação em sorteios; descontos exclusivos em produtos; e muito mais.

>>> LINK PARA SE ASSOCIAR