Praça Tiradentes

  • Praça Tiradentes

    Praça Tiradentes, num ponto movimentado do centro da cidade, próximo à pequena Igreja de Nossa Senhora da Lampadosa, na porta da qual Tiradentes a caminho da forca teve seus últimos momentos de recolhimento, é tratada a Inconfidência Mineira e seus desdobramentos que culminaram com a execução daquele que é reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira, patrono cívico e herói nacional. 

    Leia Mais >>
  • Monumento a D. Pedro I

    Monumento a D. Pedro I, na Praça Tiradentes, uma estátua eqüestre do Imperador uniformizado, braço direito alçado - mostrando ao mundo o auto da Independência do Brasil -, apoiada em uma base de granito e pedestal de bronze octogonal com faces de alegorias indígenas representando os grandes rios Amazonas, Madeira, São Francisco e Paraná, além de animais e plantas típicos do Brasil. 

     

    Leia Mais >>
  • Marquês de Pombal e o Brasil (1750-1777)

    Marquês de Pombal e o Brasil, sua atuação como Primeiro Ministro de Portugal (1750 a 1777) no Brasil Colônia para racionalizar o processo de produção e envio de riquezas para a metrópole: a manutenção do monopólio comercial entre Portugal e Brasil, a extinção do sistema de capitanias hereditárias, a transferência da capital de Salvador para o Rio de Janeiro, a maior fiscalização sobre a exploração do ouro em Minas Gerais (origem da Inconfidência Mineira), a abolição da escravidão indígena (1757), e o fim da perseguição aos chamados "cristãos-novos" (1773) que culminaram na expulsão dos jesuítas do Brasil e uma profunda reforma educacional até então sob responsabilidade da Igreja.

     

    Leia Mais >>
  • A Inconfidência Mineira (1789)

    A inconfidência Mineira, uma tentativa de revolta abortada pelo governo em 1789, na então capitania de Minas Gerais, contra, entre outros motivos, a execução da derrama e o domínio português.

    Leia Mais >>
  • • Tiradentes e o movimento

    Tiradentes e o movimento

    Tiradentes e o movimento, nascido Joaquim José da Silva Xavier (1746), o Tiradentes - reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira, patrono cívico e herói nacional - foi condenado por traição à Coroa por sua participação nesta conspiração e enforcado em 21 de abril de 1792 no Rio de Janeiro

    Leia Mais >>